Kallisté  Turismo  -   operando o turismo pelo Paraná!

“Convivendo e degustando a Cultura Interiorana”

Passeios Vale do Iguaçu – Corredor Chopim

Região:    Sudoeste

Esta região do Paraná também exibe uma grande riqueza de belezas naturais dos campos verde e amarelo da agricultura e pecuária; das florestas nativas de pinheiros araucária e marcante a presença do Rio Iguaçu com usinas hidroelétricas, praias artificiais de água doce e inicio do Parque Nacional do Iguaçu.

 

As cidades foram colonizadas predominantemente por migrantes gaúchos e catarinenses, descendentes de italianos, alemães e ouros. Migraram em busca de novas terras trazendo na bagagem a religião, a cultura, usos e costumes visíveis na gastronomia, nas festas típicas e quermesses, danças, músicas e muita alegria.

Na região do Sudoeste, as cidades com excelente infra estrutura, indústrias e comércio, serviços, parques tecnológicos, câmpus universitários,  segmentos turísticos de lazer e cultura / turismo religioso / gastronomia / rural > produtos da agroindústria famíliar / negócios e eventos / náutico / aventura e ecoturismo. Grandes eventos como Feiras Agropecuárias, Festas típicas como: do Leitão Dessossado / Festa do Queijo e Vinho, Festas de Natal / Reveillon e Carnaval, entre outras.

Águas termais!  uma das melhores do Brasil, com propriedades minerais e medicinais, poder  relaxante e cicatrizante e uma fonte de energia e rejuvenescimento.

LOGO Kallisté Colorida Original - nova .

Cidades do Circuito:  Dois Vizinhos / Vere / Cruzeiro do Iguaçu / Boa Esperança do Iguaçu

                                        Atividades 

> Contemplação de magníficas paisagens dos pinheirais, diversas     

    tonalidade do verde e amarelo da agricultura e da pecuária.

> Vivência interiorana, qualidade de vida, natureza e ruralidade.

       Lazer:

  • Resort Águas do Vere Termas  -  águas termais.

  • Praias artificiais de água doce.

  • Esportes e passeios náuticos, pelo alagados de águas represadas dos Rios Chopim e Iguaçu.

  • Eventos: Feiras Agropecuárias / Festas Natalinas / Festas Típicas – temáticas e quermesses

  • Compras de produtos da agroindústria familiar (vinhos, cachaças, doces, conservas, queijos, embutidos, erva-mate, cuias de chimarrão etc )  e artesanatos.

                         Atrativos turísticos

> Cultura predominante Alemã e Italiana,

   da migração gaúcha e catarinense.

> Tesouros da Ruralidade

> Riquezas das Águas Doces e Águas Termais.

>Produção da Agroindústria Familiar.

Dois Vizinhos

  • Capital Nacional do Frango

  • Cidade Universitária

  • Uma das 15 melhores cidades para se viver no Paraná.

Origem do nome da cidade: o nome “Dois Vizinhos” origina-se do fato de dois caboclos vizinhos, pai e filho, residirem na década de 1930 às margens do que se conhece hoje por “Rio Dois Vizinhos”, parada obrigatória de tropeiros e caçadores.

Na década de 1940, catarinenses e gaúchos, descendentes de alemães, italianos e outros foram os primeiros moradores, fundando a colônia de Dois Vizinhos que recebeu este nome em homenagem ao rio que passa nas proximidades da atual sede do município.

Economia

O município possui o maior complexo agroindustrial alimentício da América Latina, responsável pelo abate diário de 660 mil aves, razão para Dois Vizinhos ser considerada a Capital Nacional do Frango. Sede também da 2ª maior empresa brasileira de ovos férteis, fornecendo mensalmente 35 milhões de unidades, inclusive para o Instituto Butantan produzir a Butanvac, primeira vacina 100% nacional.   

Outras áreas do agronegócio que movimentam a economia são a bovinocultura de corte, bovinocultura de leite, suinocultura, e a produção de grãos que é uma vocação natural do município. As indústrias metal-mecânicas instaladas também levam o nome do município para todo o Brasil e para o exterior, apresentando produtos de alta qualidade. No ramo de vestuário se destaca a fabricação do jeans, com a exportação de diversas marcas para outros estados.

Parque Tecnológico

O município também é considerado um polo no desenvolvimento de softwares, ação que ganhou mais força através da Lei Estadual do Incentivo Tecnológico, que beneficia Dois Vizinhos e a SUDOTEC – Associação para o Desenvolvimento Tecnológico e Industrial do Sudoeste do Paraná, com cede na cidade.

Cidade Universitária

O desenvolvimento da agroindústria contribuiu para a criação do Campus Universitário de Dois vizinhos, abrigando universidades públicas e particulares de graduação, pós-graduação e especializações. A sede local da Universidade Tecnológica Federal do Paraná é o maior campus em área territorial da UTFPR, com cerca de 190 hectares e recebe alunos de diversos estados do Brasil.

Festas populares e Gastronomia

O duovizinhense adora receber turistas e promover eventos. Possui um belíssimo parque de exposições, parada obrigatória para ver de perto onde acontece um dos melhores Carnavais do Paraná, a Festa Nacional do Frango, Festa do Porco a Dois Vizinhos e a Expovizinhos que recebe quase 100 mil visitantes por edição. Além disso, a tradição religiosa dos pioneiros está espelhada na arquitetura de suas igrejas e nas marcantes quermesses anuais. Além disso, vários restaurantes da cidade oferecem o “Frango a Dois Vizinhos”, prato típico local.

Veja o que tem para conhecer em Dois Vizinhos !

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

Terra  das  Águas  Termais

1-Águas do Verê Termas.jpg

                                                                Verê  

A palavra Verê é um adverbio e significa “sempre, eternamente, constantemente...”.

Conhecida pelas Água Termais, afinal, são poucos os municípios que têm em seu território fonte de água mineral e medicinal.

As águas termais são um tipo particular de água subterrânea enriquecidas pelos minerais contidos nas rochas e que emergem à superfície sob a forma de fontes com altas temperaturas que podem variar de 35 graus a 54 graus, exercendo  funções terapêuticas e relaxantes para o organismo, resultando em benefícios para a saúde.

Resort Águas do Verê Termas. O município tem o melhor e maior complexo turístico do Sudoeste, e está localizado às margens do Rio Chopim, um dos mais bonitos rios do Paraná.

Para quem gosta de natureza e vida rural, na cidade encontram-se produtos coloniais orgânicos e agroecológicos, laticínios, vinícolas e artesanatos.

Boa Esperança do Iguaçu

O município de Boa Esperança do Iguaçu emancipou-se em 26/04/l990, sendo oficializado em 01/01/1993 com a posse do primeiro prefeito.  Um dos mais novos municípios do Paraná.

Boa Esperança do Iguaçu é banhado pelo Rio Iguaçu. Na década de 1990 iniciou-se estudos e negociações com proprietários de terras para a construção de uma Usina Hidrelétrica. Houve alagamentos em várias propriedades rurais, com águas represadas do Rio Iguaçu, formando o Lago da Usina Hidrelétrica Governador José Richa.

Economia do município está baseado na agropecuária, piscicultura e produtor de queijos para exportação.

No turismo, as paisagens naturais, uma das mais lindas da região, tem estimulado seus moradores a  investir na infraestrutura, na gastronomia e hospitalidade.  

O turista encontra várias modalidades de passeios panorâmicos em suas estradas rurais, em meio a paisagens, morros, rios e lagos, lazer nas praias de águas doces, pratica de esportes náuticos no lago das águas represadas do Rio Iguaçu, ecoturismo e turismo de aventura.

Imagens dos atrativos de Boa Esperança do Iguaçu

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

foto Dalmir _Por Sol Cruzeiro Iguaçu.jpg

Por do Sol, nas praias de águas doces

Foto Dalmir Moreira_Por Sol Cruzeiro do

 Praias  Artificiais de Águas Doces

Cruzeiro  do Iguaçu

O município de Cruzeiro do Iguaçu está situado no Sudoeste do Estado do Paraná.

É um dos municípios da região, contemplado com a construção da Usina Hidrelétrica de Salto Caxias.

Com o término da barragem da usina, as comportas foram fechadas e as águas do Rio Iguaçu tornaram-se um grande lago que se originaram as praias artificiais de “águas doces”.

Atrativo turístico que está contribuindo fortemente na economia local com o  “Turismo de lazer, cultural, ecoturismo e turismo de aventura”.

Local de belezas naturais com um ar puro para respirar e muita tranquilidade, vivencia-se momentos  saudáveis longe dos grandes centros urbanos, além do conforto como: estradas asfaltadas e bem preservadas, área de lazer com infraestrutura para realização de eventos, grande espaço físico para camping (bem equipado com luz, água, banheiros); estacionamentos, restaurantes – quiosques com várias opções de gastronomia, como pratos à base de peixes, lanches, bebidas, etc.;  piscinas e tobogã, área de bosque com churrasqueiras, etc. Também dispões de serviços de guarda-vidas e polícia militar com residência local, para efetuar o policiamento às margens do lago do Salto Caxias.

No entorno do lago, grandes condomínios com casas de veraneio.

O lago propicia a pratica de vários esportes náuticos, para todas as idades. Barco de passeio com duração de 01 hora ou mais.

Paisagens deslumbrantes da vegetação verde e águas tranquilas, despertam no visitante para fotos e selfies... reproduzindo belos quadros artísticos!

Temporada de calor – meses de outubro a março, vários eventos são marcados com grande público.

Informações  Técnicas

Distancia de Curitiba a Dois Vizinhos – 470 km

Como chegar

  É possível chegar ao município pela rodovia PR-281.

  Aeroporto na cidade de Pato Branco a 80 km.

Hospedagem em Dois Vizinhos

- Tem muitos hotéis de diferentes padrões e tarifas.

Gastronomia

- A cidade oferece diversas opções de restaurantes:

  churrascarias/ restaurante de comida japonesa e natural/ 

  lanchonetes / cafeterias e confeitarias/ bares/ choperias.

  

Turismo cultural e rural, ecoturismo e aventura.

- Roteiros integrados entre os 04 municípios, city tour panorâmico e com visitas internas,

  praias artificiais - água doce, passeios de barco pelos lagos, pratica de esportes náuticos, 

  observação de aves - fauna e flora, compras da agroindústria familiar e roupas de jeans

  (grande polo têxtil de confecções), passeios panorâmicos (de veículo) pelos lagos e 

  usinas hidrelétricas, gastronomia variada e café colonial.

  Eventos: Feiras agropecuárias, Festas típicas, temáticas e quermesses.

 

Atrativos para público: 

- de negócios / famílias / melhor idade /jovens / religiosos / motociclistas / jipeiros /

  caminhantes na natureza/ apreciadores do ecoturismo e turismo de aventura.

- de escolas > turismo pedagógico.

- Corporativo: visitas técnicas nas indústrias / universidades, eventos e outros.